Silval Barbosa assegura implantação do campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), em Mirassol D’Oeste


silval-barbosa

O deputado estadual Ezequiel Fonseca (PP), se reuniu com o governador do estado, Silval Barbosa (PMDB), nesta segunda-feira (03), no Palácio Paiaguás para tratar da implantação do campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), no município de Mirassol D’Oeste (a 300 km da capital).

De acordo com Ezequiel Fonseca, a região oeste é a única que não conta com uma universidade pública. E reforça que o campus transformará economicamente o município ao se afirmar como pólo regional. “A região será beneficiada em vários aspectos, pois além do desenvolvimento sócio educacional, a UFMT garantirá geração de emprego e renda evitando que os jovens busquem os grandes centros para estudar”.
Participaram da reunião, o secretário-chefe da Casa Civil, José Lacerda, os deputados Airton Português (PSD), Antônio Azambuja (PP), Ademir Bruneto (PT), o secretário de Estado de Obras e Pavimentação, Arnaldo Alves e uma comissão formada pelo prefeito de Mirassol, presidente da câmara de vereadores, juiz da comarca, representantes do Rotary, líderes religiosos e presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas.
Ezequiel Fonseca assegura que essa reunião é um importante passo na busca pela implantação do campus. “Durante a reunião o governador declarou apoio, fazendo um compromisso com a sociedade mirassolense”. Segundo o deputado, anteriormente, foi realizada uma audiência com o Ministro do Educação, Aloízio Mercadante e uma audiência pública em Mirassol.
O secretário-chefe da Casa Civil, José Lacerda, explicou que foi realizado um estudo, que aponta a importância da instituição naquela região. “Com o apoio de Silval Barbosa, a instalação do campus só vai depender de conversas com a reitora da UFMT, Maria Lúcia Cavalli, e com o Governo Federal”, relatou.
Vale do Jaurú
Na tarde desta segunda-feira, uma segunda reunião foi realizada com o governador e membros do consórcio Vale do Jaurú, desta vez, para debater a restauração das rodovias MT 175 entre Cacho e Araputanga; MT 248 entre Araputanga e Jaurú; MT 170, de Caramujo a Salto do Céu e MT 250 entre Curvelândia a Mirassol D’Oeste.
Conforme Ezequiel, estas rodovias não aguentam mais passar por tapa-buracos. “A Assembleia legislativa aprovou um projeto de lei de linha de crédito visando à restauração destas rodovias, portanto, até o mês de maio ou abril essas obras estarão sendo iniciadas”.
E completa afirmando que a população da região oeste não suporta mais passar por esse tipo de problema. “A falta de investimento tem trazido graves consequências à população e aos comerciantes que dependem destas estradas”.
Esse post foi publicado em Mirassol, Mirassol D' Oeste e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s