Juiz de Mirassol D’Oeste-MT reprova contas de prefeitos e vereadores eleitos na região.


TRE MT foto fachada TRE1 300x153 Juiz de Mirassol D’Oeste MT reprova contas de prefeitos e vereadores eleitos na região.

O juiz da 18ª Zona Eleitoral do Mato Grosso, com sede em Mirassol D´Oeste, Anderson Candiotto, em sentença proferida no dia 23 de novembro, reprovou as contas do prefeito eleito de São José dos Quatro Marcos, Carlos Roberto Bianchi. O candidato não apresentou, em sua forma definitiva, os extratos bancários da conta corrente de campanha.

No balanço apresentado pelo candidato, também foram detectadas várias irregularidades que surgiram após o confronto das informações sobre as doações declaradas na conta do candidato com as doações e repasses registrados na prestação de contas do Comitê Financeiro Municipal único do PSB, partido pelo qual foi eleito.

Prefeito eleito em Porto Esperidião também tem contas reprovadas 

O prefeito eleito no município de Porto Esperidião, José Roberto Rodrigues, também teve suas contas de campanha reprovadas, tendo em vista a apresentação de recibos sem assinatura, tanto do doador dos recursos quanto do responsável pela emissão do recibo.

Na análise das contas do prefeito, também foram detectadas despesas realizadas com combustíveis sem o correspondente registro de locações ou cessões de veículo para a campanha.

Apesar das contas reprovadas, os prefeitos eleitos serão diplomados na cerimônia que acontecerá no dia 13 de dezembro, no centro comunitário Jesus de Nazaré, em Mirassol D’oeste.

Candidatos de Glória D’Oeste não serão diplomados

Contas de campanha sem qualquer movimentação levaram o juiz Anderson Candiotto a reprovar as prestações de contas de todos os candidatos da coligação “Resgatando a Democracia” (DEM/PSDB), do município de Glória D´Oeste, dentre eles a candidata a prefeita derrotada nas eleições Elisete Mesanini de Souza Barbosa.

Os candidatos apresentaram suas prestações de contas sem qualquer movimentação. Mesmo após a intimação para que regularizassem as informações, os candidatos ratificaram as prestações de contas sem nenhuma informação de receita ou despesa.

A decisão atingiu dois vereadores eleitos pela coligação: Welterson Vieira de Campos, candidato eleito pelo PSDB com 86 votos, e Antonio dos Santos Neto, eleito pelo DEM com 91 votos. Ambos não serão diplomados, tendo em vista a decisão do juiz que julgou as contas como não prestadas.

As decisões poderão ser contestadas no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso.

 

Esse post foi publicado em Glória D’Oeste, Mirassol, Mirassol D' Oeste, Porto Esperidão, São José dos Quatro Marcos e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s