Pedro Henry sofre risco de ser preso


 

Relator do Caso Mensalão, o ministro Joaquim Barbosa não deve alterar sua forma habitual de trabalhar. Por isso, segundo a coluna “Radar On Line”, do jornalista Lauro Jardim, no site de Veja, ele não pedirá a prisão dos mensaleiros antes da publicação do acórdão do julgamento. Com isso, afasta-se a possibilidade da turma de condenados ser presa já na semana que vem, quando o julgamento deve chegar ao fim.

Um dos réus que vivem a expectativa de ter sua prisão anunciada é o deputado federal Pedro Henry (PP). O parlamentar mato-grossense, que foi acusado de corrupção passiva e formação de quadrilha, está recluso e não fala com jornalistas. O ex-líder progressista na Câmara, segundo as informações, passaria a maior parte do tempo em sua fazenda, no interior de Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá), à espera do veredito final do STF.

Fonte: MidiaNews

Esse post foi publicado em Mirassol e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s