Onça pintada morre após ser atropelada em rodovia de MT


 

Onça é atropelada ao sair da mata às margens da MT-242 (Foto: site MT Notícias)
Onça é atropelada ao sair da mata às margens da MT-242 (Foto: site MT Notícias)

Uma onça pintada morreu nesta sexta-feira (12) após ser atropelada na rodovia MT-242, próximo ao município de Sorriso, distante 420 quilômetros de Cuiabá. O acidente ocorreu nas proximidades de uma ponte sobre o Rio Teles Pires. O funcionário da empresa que administra a rodovia, Leonardo de Oliveira, presenciou o momento em que ocorreu o acidente e tentou ajudar a socorrer o animal.

Ele contou que a onça saiu de uma mata, às margens da rodovia, e foi para a estrada. “No momento em que a onça pulou na rodovia, vinha um carro e acabou a atingindo. Foi tudo muito rápido, não deu tempo de nada”, disse.

Após o impacto, a onça ainda viva e se arrastando voltou para a mata. Muito machucado, o animal ficou deitado por alguns minutos e acabou morrendo. Leonardo relatou que junto aos passageiros do veículo tentou socorrer a onça, que acabou não resistindo. O funcionário disse ainda que chegou a acionar uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas como a companhia fica a alguns quilômetros do local do acidente, ele preferiu recolher a onça e enterrá-la. “Como ela [onça] ia ficar caída na estrada, preferi retirá-la e enterrar”, frisou.

Após acidente, o animal ficou vivo por alguns minutos e acabou morrendo (Foto: site MT Notícias)
Após acidente, o animal ficou vivo por alguns minutos e acabou morrendo (Foto: site MT Notícias)

Atropelamentos
Mais de 69 acidentes foram registrados de janeiro a julho deste ano nas rodovias federais de Mato Grosso envolvendo animais que tentam atravessar a pista e são atropelados. Destes, 37 ocorreram nas BRs 070 e 174, que ficam justamente na região do Pantanal mato-grossense, conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Existem cinco rodovias federais que cortam o estado.

De acordo com a PRF, muitos desses acidentes envolvem animais silvestres. De acordo com a PRF, muitos desses acidentes envolvem animais silvestres. “Os acidentes ocorrem porque os animais tentam atravessar a rodovia e, na maioria das vezes, os motoristas não conseguem frear a tempo”, explicou o inspetor Mário Assis, que trabalha em Cáceres, cidade a 220 km de Cuiabá e que fica na região do Pantanal.

Esse post foi publicado em Mirassol e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s