Cidades fantasmas e suas historias


As histórias que envolvem essas 10 cidades são, ao mesmo tempo, sombrias e fascinantes. Todas elas vivenciaram momentos de ascensão e glória para, no final, tornarem-se lugares desabitados e fantasmagóricos.

Graças à internet, esses locais abandonados têm atraído um número cada vez mais crescente de turistas, que se deleitam com a história decantada em suas ruínas e escombros. E você? Passaria uma noite inteira em alguma dessas cidades?

1. Sewell •  

Uma das cidades abandonadas mais conhecidas e visitadas no mundo, Sewell está localizada a mais de 2.000 metros de altitude, nos Andes chilenos. Sua população era composta por trabalhadores que exploravam cobre na região de Cachapoal. A cidade foi fundada em 1904 e batizada com o nome do presidente da companhia mineradora, Barton Sewell. Em 1977, as famílias começaram a se mudar e logo a cidade ficou deserta. Em 2006, a UNESCO declarou o lugar como Patrimônio Histórico da Humanidade.

2. San Zhi • Taiwan  

San Zhi faz grande sucesso entre fotógrafos, turistas e apreciadores de lugares decadentes e desabitados. O lugar foi contruído em 1978 para funcionar como resort, com habitações em forma de espaçonaves alienígenas. Na verdade, ninguém jamais se hospedou ou morou em San Zhi, que foi abandonada antes de entrar em operação como lugar de recreação.

3. Prypiat • Ucrânia  

A cidade foi evacuada em 1986, após o acidente com a usina nuclear de Chernobyl, que fica em suas proximidades. Prypiat foi fundada em 1970 para abrigar os trabalhadores que construíram a usina. Sua população era de 50.000 pessoas, antes do desastre. Muitos de seus prédios sofreram atos de vandalismo e saques ao longo dos anos. A deterioração e os riscos de contaminação, no entanto, não impedem a visita de curiosos e turistas, que chegam ao lugar em grupos organizados por agências ucranianas e internacionais.

4. Balestrino • Itália  

Em 1860, cerca de 800 pessoas viviam em Balestrino. Nessa época, a região foi assolada por diversos terremotos. Um deles, de magnitude 6.7, desttruiu muitos vilarejos nos arredores e, embora não haja registros de que Balestrino tenha sido atingida, a população começou a deixar o local. Em 1953, a cidade foi totalmente evacuada devido às instabilidades geológicas. Atualmente, cerca de 500 pessoas residem nos arredores da cidade fantasma.

5. Bodie • Estados Unidos  

Bodie nasceu da aglomeração de garimpeiros, que se dirigiram para as montanhas da Califórnia em  busca de prata,  por volta de 1859. O declínio veio em 1912, com o fechamento da companhia Standard Consolidated Mine. A última mineradora encerrou sua atividade em 1942. Bodie agora é uma autêntica cidade fanstasma do Velho Oeste e foi indicada como patrimônio histórico nacional em 1961. O interior de seus 110 prédios é mantido intacto, como era antes de ser abandonada.

6. Villa de Epecuén • Argentina  

Em 1985, chuvas torrenciais ocasionaram grande enchente do lago Epecuén, que atraía milhares de turistas devido às suas águas salgadas, consideradas medicinais. As águas simplesmente engoliram a Villa de Epecuén e os moradores abandonaram as suas casas, deixando o lugar para sempre.

7. Gunkanjima • Japão  

A ilha de Gunkajima foi habitada até 1974, principalmente por trabalhadores de minas submarinas de carvão. Desde 1890, o carvão era explorado pela empresa Mitsubishi, que lá construiu grandes prédios de concreto para abrigar os mineiros. Com a substituição do carvão pelo petróleo, a  Mitsubishi se viu obrigada a fechar as minas na década de 70. A ilha hoje está completamente vazia e é comumente chamada de Ilha Fantasma. Visitações turísticas foram retomadas em abril de 2009.

8. Oradour-sur-Glane • França

A cidade é famosa por ter sido o local de um dos maiores massacres cometidos por soldados nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Na tarde do dia 10 de junho de 1944, as tropas de Hitler convocaram toda a população para a praça principal, dizendo que iam fazer uma verificação de documentos. Os homens foram levados a celeiros e garagens das redondezas e lá eram esperados por metralhadoras. Quase todos foram fuzilados. Enquanto isso, tochas incendiárias eram jogadas dentro da igreja onde foram trancadas as mulheres e crianças. Apenas Marguerite Rouffanche conseguiu escapar, pulando a janela sem ser percebida. Após a guerra, o presidente Charles De Gaulle decidiu que a cidade não seria reconstruída, permanecendo suas ruínas como um memorial à crueldade da ocupação nazista na França.

9. Varosha •

Varosha é um distrito na cidade cipriota de Famagusta. Em 1970, o local era o principal centro turístico do Chipre. Para atender ao número crescente de visitantes, muitos arranha-céus e hotéis foram construídos. Era o destino favorito de celebridades como Elizabeth Taylor, Richard Burton, Raquel Welch e Brigitte Bardot. Em 20 de julho de 1974, os exércitos da Turquia e da Grécia, que disputavam o país, entraram em combate nas ruas da cidade e toda a população fugiu. As tropas turcas ganharam o controle da área e decidiram cercá-la, impedindo o trânsito de pessoas. Todos os edifícios estão caindo aos pedaços. Tartarugas marinhas têm aproveitado  para depositar seus ovos nas praias desertas.

10. Kolmanskop • Namíbia

No início do Século XX, Kolmanskop era uma formosa aldeia encravada no Deserto da Namíbia, habitada por alemães, que foram atraídos para o local em busca de diamantes. A pequena vila, construída no estilo arquitetônico de uma cidade alemã, tinha todas as comodidades, incluindo um hospital, salão de festas, estação de energia, escola, boliche, teatro, salão de esportes, casino e fábrica de gelo. O primeiro aparelho de Raio-X do Hemisfério Sul foi instalado no local. O declínio veio após a I Guerra Mundial, quando o campo de diamantes se exauriu. A cidade foi abandonada definitivamente em 1954 e, atualmente, é muito popular entre turistas e fotógrafos, que visitam o lugar atraídos pela visão das belas casas sendo engolidas pelas areias do deserto.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s