Cáceres não teve nenhum festejo no seu aniversário


Com a cidade, praticamente, abandonada e em extrema dificuldade financeira, a administração municipal não irá realizar nenhum evento para comemorar o aniversário do município, neste dia 6 de outubro.  Devido a escassez das finanças, até mesmo o pagamento em dia e integral dos funcionários, considerado a principal “bandeira” do prefeito Túlio Fontes (DEM), desde a sua primeira gestão, fracassou.
Há pelo menos três meses, o pagamento dos salários dos servidores vem sendo realizado de forma fracionado e muitos fornecedores não veem a cor da grana há vários meses. No aniversário da cidade, até mesmo o tradicional desfile cívico estudantil, que reúne milhares de pessoas na Avenida 7 de Setembro, foi cancelado.
A situação beira o caos. Até mesmo a manutenção de serviços essenciais, como a coleta de lixo, está ameaçada. Na última quarta-feira, os 45 funcionários da empresa Oportuna, responsáveis pelo recolhimento do lixo domiciliar, paralisaram as atividades, temporariamente, só retornando ao trabalho após a promessa da regularização dos salários.
Enquanto as praças estão tomadas pelo matagal e os córregos entupidos pela vegetação, os caminhões e máquinas da prefeitura estão recolhidos no pátio da Secretaria de Obras porque não dispõem sequer de combustível. Além do perímetro urbano, a situação é caótica também na zona rural, onde muitas estradas estão intransitáveis e escolas em péssimo estado de conservação.
Por outro lado, a administração, através da Coordenação de Comunicação, o secretário de Governo, Lindomar Resende, admitiu o atraso nos pagamento dos coletores de lixo. Porém afirmou que o serviço já foi restabelecido com o pagamento de parte da divida com as empresas, Oportuna e Sanetran que fazem respectivamente a varrição e coleta.
Resende negou que o transporte escolar esteja paralisado por falta de combustíveis para abastecer os ônibus.  Em relação ao maquinário parado no pátio da secretaria de Obras, disse que estão sendo realizados apenas serviços emergenciais.
A secretária de Finanças, Marlene Fornanciari, disse que o recurso repassado as empresas da limpeza publica, afetaram ainda mais o cronograma de pagamento dos servidores que receberiam os salários de setembro a partir de ontem, 5.
Ela explicou que a prefeitura, como fez no mês passado, pagará os servidores de forma escalonada. Vão receber primeiro profissionais da Educação, que recebem, através do FUNDEB, até R$ 1.005,00 e demais servidores que ganham R$ 1.160,00  liquido.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s