Apagão na usina de Itaipu deixa 90 mil casas sem energia em MT


 

Pelo menos 90 mil unidades consumidoras ficaram sem energia em Mato Grosso na noite desta quarta-feira (3) após uma falha no Sistema Interligado Nacional (SIN), gerando perda de energia na usina de Itaipu. Três transformadores ficaram desligados no estado, sendo dois em Cuiabá e um em Tangará da Serra, a 242 quilômetros da capital. Além disso, uma linha de distribuição de alta tensão, ligando Colíder a Alta Floresta, a 648 km e 800 km da capital, foi atingida. O apagão atingiu vários estados brasileiros.

A interrupção teve início às 19h55 [horário de Mato Grosso]. As cargas de energia começaram a ser normalizadas às 20h12 e o fornecimento foi completamente restabelecido às 20h23. Foram afetadas as unidades consumidoras dos municípios de Alta Floresta, Nova Monte Verde, Juruena, Cotriguaçu, Nova Bandeirantes, Apiacás, Paranaíta, Carlinda e alguns de Tangará da Serra, Cuiabá e Várzea Grande.

Na capital, 18 bairros e regiões foram afetadas. São elas: Poção, Dom Aquino, Jardim das Américas, Boa Esperança, Shangrilá, Jardim Imperial, Recanto dos Pássaros, Santa Cruz, Eldorado, Santa Isabel, Jardim Araçá, Cidade Verde, Novo Terceiro, Coophamil, Cidade Alta, Verdão, Porto e Centro Sul. Já em Várzea Grande, a Passagem da Conceição, Estrada da Guarita e Jardim Guanabara ficaram sem energia.

O Operador Nacional do Sistema (ONS), responsável pelo sistema elétrico brasileiro, informou que a falta de luz se deu devido a um defeito no equipamento de um transformador da subestação de Foz do Iguaçu. O restabelecimento dessas cargas foi coordenado pelo ONS, que orienta a recomposição em todo o país. Segundo o órgão, as cargas não podem ser religadas todas ao mesmo tempo.

Segundo a concessionária de energia do estado, a interrupção em Mato Grosso foi parte de um sistema de proteção adotado pelo ONS, chamado Esquema Regional de Alívio de Carga (ERAC), responsável por definir com antecedência os estágios das cargas que deverão ser desligadas automaticamente em todo o país. Isso permite que as interrupções sejam as menores possíveis, tanto em abrangência quanto na duração. No país, foram afetadas as regiões sul, sudeste e centro-oeste, além do Distrito Federal, Sergipe, Rondônia e Acre.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s