Idosos de 71 e 73 anos são presos após estuprarem 5 meninas em Mirassol D’ Oeste


Dois idosos com idade de 71 e 73 anos respectivamente foram presos, após estuprarem, pelo menos, cinco crianças, em 20 dias, em Cáceres. No bairro Jardim das Oliveiras, José Gomes de Oliveira, conhecido por “véio”, 73 anos, estuprou duas meninas de 10 anos. No sítio Santa Marta, Domingos Parabá, 71 anos, estuprou as três netas. Uma das meninas confessou que o avô abusava dela desde os três anos. As prisões foram requeridas pela delegada Elizabete Garcia dos Reis e decretada pelo juiz Geraldo Fidelis. Véio foi preso no dia 10 e Parabá no dia 24 de agosto.
O idoso residente no bairro Jardim das Oliveiras, conforme a polícia atraia as crianças para sua residência oferecendo doces, bolachas e pequena quantidade de dinheiro que variava de 3 a 10 reais e ainda uma bicicleta velha que ele deixava à disposição das vítimas. A polícia confirmou que, além das que foram abusadas, outras meninas da mesma idade, também frequentavam a residência do maníaco. De acordo com relato de uma das vítimas, elas eram submetidas a verdadeira sevícias. Conta que, em algumas vezes, eram obrigadas a se revezar na libidinagem.
“Ele mandava a gente tirar a roupa, em seguida passava as mãos nos nossos seios, na vagina e nas nádegas. Algumas vezes, a gente beijava na boca” contou uma das vítimas afirmando, véio ameaçava bater nelas se contassem para os pais o que acontecia na casa. Apesar de negarem ter praticado relação sexual com penetração, exames de conjunção carnal comprovaram o estupro de vulnerável. Duas meninas contaram, inclusive, que dormiram mais de uma vez, em companhia do idoso.
A mãe de uma delas E.A.S disse que a filha saia da casa durante a noite para dormir na casa de um tio. “Ela saia de casa porque o pai bebia muito e ela mentia que ia dormir na casa de um tio” diz. A outra mãe também admite o erro. “Ela realmente dormiu fora de casa em alguns dias, mas dizia que estava na casa de uma amiga”. Véio negou todas as acusações.
Disse que, nunca praticou nenhum ato dessa natureza com as crianças. Alegou que as meninas frequentavam sua casa para pedir comida. E, que jamais fez ameaça à nenhuma delas. “O que eu fazia era ajudar as famílias dando comida para essas crianças”.
No caso do sítio Santa Marta, Domingos Parabá admitiu a violência contra as netas. Disse que com duas ele manteve relação sexual com penetração. Na terceira não houve porque, segundo ele, não conseguiu ereção. A família descobriu o caso depois que uma das vítimas, uma criança de 10 anos, tentou suicídio. Assim que foi informada pelos pais, a delegada especializada da Defesa da Mulher, Elizabete Garcia dos Reis, requereu a prisão do maníaco. Em depoimento à polícia, a neta mais velha de Parabá, (F) de 15 anos, confessou que era “abusada”, pelo avô desde os 3 anos.
A irmã de F, L que hoje está com 12 anos, confessou que vinha sendo estuprada desde os 7 e L que hoje está com 10 anos, conforme a delegada, teria confessado que desde os 9 vinha sendo violentada pelo avô. Chamou a atenção dos pais, o fato de L estar, nos últimos tempos bastante deprimida e, inclusive, ter tentado suicídio. Em uma conversa “reservada” com a mãe ela contou todo abuso.
Após a confissão da mais nova, os pais foram informados pelas demais que também eram vítimas do avô maníaco. Em depoimento à delegada, Parabá admitiu o crime. Disse que “ficava” com as netas quando sua “companheira” estava na cidade. E, que ele foi fraco por ter abusado das crianças. Confessou que com as mais velhas manteve relações sexuais com penetração.
Mas, com a mais nova, segundo ele, era apenas carícias porque não conseguiu ter ereção. ‘Pela minha idade eu já não tenho tanta saúde, por isso não consegui”. Residente no sítio Santa Marta, Domingos Parabá, ainda tentou responsabilizar as netas pelo abuso. Segundo ele, as crianças que iam procura-lo para o relacionamento.
Fonte: 24horasnews

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s