Incêndio destrói 700 hectares de plantação de milho em fazenda


Incêndio destruiu parte da lavoura de milho (Foto: Reprodução/ TVCA)

Um incêndio de grandes proporções atingiu nesta terça-feira (31) quatro fazendas na região de Sapezal, cidade distante 476 quilômetros de Cuiabá. O fogo destruiu uma lavoura de milho que estava na reta final da colheita e atingiu cerca de 700 hectares.

De acordo com as informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros do município, o incêndio teria começado provavelmente por conta da faísca que saiu de uma máquina que fazia a colheita e se espalhou pelas palhas de milho, que são de fácil combustão.

A situação provoca, além do prejuízo ambiental, perdas financeiras para os produtores. Conforme Antônio Celso Paludo, proprietário de uma das fazendas atingidas, a estimativa de prejuízo é de 18 mil sacas de milho, somando cerca de R$ 400 mil. Na fazenda dele, além de perder parte do plantio, duas motos e uma colheitadeira também foram queimados. Dois animais da propriedade morreram carbonizados.

Aumento nos focos de incêndio
De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram registrados 5.567 focos de incêndio em Mato Grosso, no acumulado dos sete primeiros meses deste ano. O número representa um crescimento nos casos registrados no mesmo período do ano passado, quando o total chegou a 3.469 mil focos.

Quem for flagrado ateando fogo no período de proibição será multado. O valor varia de acordo com a área atingida – de R$ 1 mil por hectare nas áreas abertas a R$ 1,5 mil por hectare nas áreas de floresta-, além de ser detido e responder por crime ambiental.

Deixe um comentário ...... opine sobre o que você acabou de ver

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s